Seis jovens e quatro casais das dioceses de Angra e da Madeira

Angra do Heroísmo, Açores, 20 ago 2021 (Ecclesia) – Seis jovens e quatro casais portugueses do Caminho Neocatecumenal ofereceram-se para partirem em missão de evangelização, na Missa de encerramento do encontro anual de iniciação catequética do movimento, a 14 de agosto, na Diocese do Funchal.

“Eles estão disponíveis para partir em Missão e agora vão concluir o seu processo de discernimento junto dos catequistas, no seio das suas comunidades”, explicou Lourenço Tourais, catequista da equipa itinerante de catequistas do Caminho Neocatecumenal na Região que engloba os arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde, ao sítio ‘Igreja Açores’.

O catequista adiantou ainda que este período vai servir também para “avaliar” se estão reunidas todas as condições para que “possam partir em missão”, exemplificando que no caso dos casais há questões familiares que devem ser observadas de forma particular para não perturbar o equilibro familiar.

A disponibilidade para a missão dos seis jovens – um rapaz e duas raparigas dos Açores e um rapaz e duas raparigas da Madeira – e dos quatro casais – dois da Madeira e dois dos Açores – foi manifestada durante a “chamada vocacional”, um momento mais interno do Caminho Neocatecumenal inserido na Eucaristia que encerrou uma semana de evangelização que o movimento promoveu na Diocese do Funchal.

Lourenço Tourais adiantou que os dois jovens rapazes vão fazer o pré-seminário num dos Seminários Redemptoris Mater, “que são as escolas de formação teológica orientadas pelo Caminho Neocatecumenal”.

A semana de evangelização na Madeira mobilizou cerca de 60 pessoas, destes 50 era jovens que convidaram outros jovens para participarem na edição internacional da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, dinamizaram, por exemplo, iniciativas de rua, com animação, Eucaristias, levaram às paróquias as suas catequeses, ao jeito da iniciação cristã, de 8 a 14 de agosto.

“A semana correu com muita animação e também houve momentos de lazer”, salientou Lourenço Tourais, adiantando que Cabo Verde é o destino em 2022.

O sítio online Igreja Açores’ informa que o Caminho Neocatecumenal tem 14 comunidades na Diocese de Angra – nas ilhas de São Miguel (6) da Terceira (5), Pico (2) e Graciosa(1) – onde chegou no episcopado de D. António de Sousa Braga, em 2004.

Reconhecido pela Igreja Católica, como um itinerário de formação válido para a sociedade e os dias de hoje, o Caminho Neocatecumenal nasceu em Espanha, em 1964, por iniciativa do pintor e músico Kiko Argüello e da missionária Carmen Hernández, já falecida.

O movimento chegou a Portugal por volta de 1969, quando Kiko Argüello foi viver para a Penha de França, no Patriarcado de Lisboa, e, atualmente, conta com mais de 300 comunidades espalhadas pelas dioceses portuguesas.

CB/PR

Partilhar:
Share