Foto: Agência ECCLESIA/LFS – Monte de Santa Luzia

Fátima, 17 jun 2020 (Ecclesia) – Os bispos católicos portugueses, reunidos em Assembleia Plenária, aprovaram em Fátima a candidatura de três igrejas a basílicas menores, nas Dioceses de Viana do Castelo e de Bragança-Miranda

Na informação enviada hoje à Agência ECCLESIA, a Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) informa que Assembleia Plenária aprovou as candidaturas a Basílica menor da igreja de São Domingos, onde está sepultado São Bartolomeu dos Mártires, e igreja do Sagrado Coração de Jesus, no monte de Santa Luzia, ambas na Diocese de Viana do Castelo.

Os bispos católicos portugueses aprovaram também a candidatura da igreja Matriz da Torre de Moncorvo, na Diocese de Bragança-Miranda, a Basílica menor.

Na Igreja Católica há “basílicas maiores” e “basílicas menores”, de que são exemplo, em Portugal, a dos Mártires, em Lisboa, a Real, de Castro Verde, e as de Nossa Senhora do Rosário e da Santíssima Trindade de Fátima.

A palavra basílica, com origem nos termos gregos ‘basileus’ (rei) e ‘basilikos’ (real), era utilizada na Roma antiga para designar grandes edifícios de reunião.

Esta terça-feira, na Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), que termina hoje em Fátima, foi eleito como presidente da CEP o bispo da Diocese de Setúbal, D. José Ornelas, para os próximos três anos (2020-2023), e os bispos procederam também à eleição dos presidentes das sete Comissões Episcopais do organismo católico.

CB/OC

Partilhar:
Share