Fátima, 17 jun 2020 (Ecclesia) – Os bispos católicos portugueses, reunidos na primeira assembleia plenária de 2020, fizeram diversas nomeações para a presidência e assistência de movimentos, associações e instituições para o triénio 2020-2023.

No comunicado final da assembleia plenária, a CEP informa que D. Rui Valério, bispo das Forças Armadas e de Segurança, foi nomeado presidente da Pax Christi Portugal, um movimento católico internacional ao Serviço da Paz que foi fundado em França, no pós II Guerra Mundial, e iniciou atividades em Portugal na década de 80.

O padre José Gil Pinheiro, da Diocese de Setúbal, foi nomeado assistente nacional da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE), associação sem fins lucrativos que tem por lema inspirar líderes a viver o Amor e a Verdade no mundo económico e empresarial e a dar testemunho junto da comunidade.

O padre António Manuel Alves Martins, da Diocese do Algarve, foi nomeado como assistente nacional da Vida Ascendente – Movimento Cristão de Reformados (VA-MCR), enquanto o padre Manuel Henrique Gameiro de Jesus, da Diocese de Leiria-Fátima, assistente nacional do Movimento Católico de Estudantes (MCE).

Os bispos católicos de Portugal escolheram o frei José Filipe Rodrigues, da Ordem dos Pregadores – frade dominicano desde 1999 e padre desde 2004, como assistente nacional do Movimento Por um Lar Cristão (MLC), fundado por monsenhor Joaquim Alves Brás em 1962.

O padre Luís Marinho, da Arquidiocese de Braga, foi reconduzido como assistente eclesiástico da Conferência Nacional de Apostolado dos Leigos (CNAL) e o padre Manuel Saturino Gomes, da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos), como diretor Espiritual do Pontifício Colégio Português em Roma, instituição que tem vai ter como vice-reitor o padre António Estêvão Fernandes, da Diocese do Funchal, que foi hoje nomeado.

Os bispos estão reunidos em Assembleia Plenária desde segunda-feira, e na reunião que termina hoje em Fátima, foi eleito como presidente da CEP o bispo da Diocese de Setúbal, D. José Ornelas, para os próximos três anos (2020-2023), e os bispos procederam também à eleição dos presidentes das sete Comissões Episcopais do organismo católico.

CB/OC

Partilhar:
Share