Catequese procura respostas em tempos de isolamento social

Porto, 30 mar 2020 (Ecclesia) – O Secretariado Diocesano da Educação Cristã (SDEC) no Porto lançou às famílias locais o desafio de construir um “vitral quaresmal”, na reta final da preparação para a Páscoa.

“Para nos prepararmos para este grande momento eclesial, e após um tempo especial de conversão, propomos, que, em família, revisitemos o caminho andado, que façamos uma revisão de vida, para dar graças a Deus, suplicar e pedir perdão. É um convite a fazer o percurso a partir dos evangelhos da Quaresma”, pede o organismo católico.

O SDEC sugere que as crianças pintem o desenho da parte do Vitral Quaresmal correspondente a cada texto bíblico; o vitral só ficará completamente colorido no dia de Páscoa.

A proposta, disponível online, é uma das iniciativas levadas a cabo no campo da catequese, em tempos de isolamento social, devido à pandemia de Covid-19.

“Imaginamos o quanto, nestes tempos de dor e de insegurança, a fé (a presença de Deus nas nossas vidas) e os irmãos têm sido o apoio e a força. Nas entrelinha das dificuldades e dos medos, nascem gestos de esperança”, refere o SDEC, em comunicado divulgado pela Diocese do Porto.

Os responsáveis recordam aos catequistas a importância de “manter o vínculo” com as crianças, jovens, adolescentes e suas famílias, através das redes sociais e por telefone.

“É uma forma de alimentar os laços comunitários, de iniciar à comunidade como nos solicitado na missão catequética e de sermos solidários (muitas famílias estão a passar por momentos bem difíceis)”, pode ler-se.

O SDEC convida ainda a informar cada grupo sobre “as várias ações que a Igreja propõe para celebrar os sacramentos e rezar como comunidade cristã”, durante a pandemia.

“Teremos de nos reinventar para podemos continuar a fazer catequese nestes tempos de recolhimento, após a Páscoa”, aponta o organismo católico.

OC

Partilhar:
Share