D. Manuel Linda dirigiu-se às pessoas afetadas pela pandemia

Porto, 25 dez 2020 (Ecclesia) – O bispo do Porto pediu hoje que o Natal seja a “festa da esperança” e o “início da vida nova” para todos os que sofrem com a pandemia de Covid-19.

D. Manuel Linda falava na Missa do Dia de Natal, celebrada na Catedral do Porto.

“Amados por Deus e com Jesus connosco”, a “angústia, o desespero, a tristeza e os medos não podem existir onde já existe a salvação”, sublinhou o responsável católico, citado pela Renascença.

O bispo do Porto dirigiu-se às crianças que não podem brincar na rua, aos adolescentes, aos “desempregados que só veem negrura à frente dos olhos”, aos casais, aos idosos separados das famílias e aos religiosos que não abandonam os seus fiéis, “não obstante o lobo medonho do vírus”.

“A todos eles a certeza de que a festa do amor e da esperança é, para nós, nas privações várias deste Natal, tal como no de Jesus, que está o início da transformação e do início da vida nova para o mundo”, sublinhou.

D. Manuel Linda falou num Natal com “tensão bipolar”, “com fé, mas ao mesmo tempo com receio de participar na eucaristia, com desejos de proximidade e cuidados de prudência, com a vontade de, ao menos uma vez por ano, sermos mais família e nem sequer podermos estar todos à volta da mesma mesa”.

OC

 

Partilhar:
Share