Portalegre, 02 jun 2020 (Ecclesia) – O Secretariado Diocesano da Juventude e Vocações de Portalegre-Castelo Branco (SDPJV-PCB) assinala que os jovens viveram “este especial mês de maio” de “forma original e em comunhão” com a diocese, rezando “por todos os jovens e comunidades”.

“Uma caminhada com Maria ao nosso lado: Em cada dia rezávamos por uma ou mais comunidades paroquiais. Foi a prova de que conseguimos estar unidos, mesmo com distância entre nós e que mesmo em tempos mais complexos, há que tirar ensinamentos e procurar a reinvenção”, refere um comunicado do organismo, enviado hoje à Agência ECCLESIA.

Ao longo do mês de maio, dedicado a Maria na tradição católica, os jovens tiveram diversas “propostas formativas e celebrativas”, como a Peregrinação diocesana a Fátima realizada de “um modo diferente e especial”, por causa das “circunstâncias atuais de saúde pública”, e a “meta” foi participar “na primeira Eucaristia Dominical depois do desconfinamento”.

Neste contexto, o Secretariado Diocesano da Juventude e Vocações de Portalegre-Castelo Branco convidou os jovens individualmente ou em pequenos grupos a peregrinar “1 Km na sua terra”, “segundo as normas da DGS”, e, se não fosse possível, fazia a peregrinação “na própria casa, ao lado de Maria”.

Os 143 jovens que se inscreveram acompanharam a reflexão, a oração e os desafios das quatro etapas que receberam num ficheiro áudio nos seus telemóveis – um momento musical, uma reflexão e um desafio – que depois partilharam nas redes sociais, e o bispo diocesano, D. Antonino Dias, também se fez presente.

Outra iniciativa que destacam foi uma vigília, “com cerca de 100 jovens online e mais de 1700 pessoas a seguir pelas redes sociais”, no dia 10 de maio,

“Com os jovens tudo se torna possível, pois a vontade de crescer é manifesta em todas as ocasiões”, salienta o comunicado do Secretariado Diocesano da Pastoral da Juventude e Vocações de Portalegre-Castelo Branco.

CB/OC

Partilhar:
Share