D. Antonino Dias aponta ao encontro de Lisboa, apelando à participação dos jovens

Foto: Diocese de Portalegre-Castelo Branco

Portalegre, 26 set 2022 (Ecclesia) – O bispo de Portalegre-Castelo Branco presidiu este sábado, na Sertã, à Assembleia Diocesana de Pastoral que marcou a abertura solene do ano 2022/2023, que é centrado na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023, que se realiza em Lisboa.

Numa nota enviada à Agência ECCLESIA, a Diocese de Portalegre-Castelo Branco informa que este ano pastoral 2022/2023 “será todo virado para a JMJ”, seja na preparação do acolhimento dos milhares que vão chegar à diocese “a caminho” de Lisboa, quer a “favorecer a participação” dos jovens diocesanos na jornada.

O bispo D. Antonino Dias explicou que a JMJ 2023 é um acontecimento da Igreja Católica aberto a todos e fará bem a todos, seja nos ‘Dias na Dioceses’, como no encontro na capital portuguesa.

O bispo de Portalegre-Castelo Branco realçou a urgência do trabalho, destacando que o tempo que resta até agosto do próximo ano “passa num sopro”.

Participaram nesta Assembleia Diocesana de Pastoral os “mais responsáveis nas comunidades, movimentos e setores de pastoral” para colocarem em andamento o plano pastoral geral da Diocese de Portalegre-Castelo Branco.

O Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil e Vocações convidou Isaac, “pai de família”, para partilhar a sua vivência em cinco jornadas mundiais da juventude, e como “Jesus lhe mostrou ali o Seu amor por ele”.

Depois, a diretora do Secretariado da Juventude centrou a sua intervenção nos ‘Dias na Diocese’, que vão decorrer de 26 a 31 de julho de 2023, explicando que até agora a diocese “disponibilizou cerca de 2500 lugares para peregrinos, mas sonha receber mais”.

Foto: Diocese de Portalegre-Castelo Branco

Os jovens peregrinos para a JMJ vão ter oportunidade de conhecer o povo de Deus que vive nesta diocese e de fazer missão junto dele, distribuídos pelos cinco arciprestados, e num dos dias vão ao Santuário de Fátima.

A irmã Fernanda Luz, que também é responsável pelo Comité Organizador Diocesano (COD) de Portalegre-Castelo Branco para a JMJ 2023, partilhou aspetos práticos, como “alojamentos, transportes, alimentação, custos”, e num segundo momento, centrou-se na participação no encontro mundial em Lisboa, nomeadamente, nas modalidades de participação, quem pode participar, e como decorrerão as atividades.

No final da assembleia diocesana, o diretor do Secretariado de Pastoral enquadrou as JMJ 2023 na vida da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, observando que “não se limitará às JMJ23”, mas que “não serão estranhas a nenhuma dimensão ou acontecimento”, e são o contexto e o horizonte de tudo o que fizerem.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

CB/OC

 

Portalegre-Castelo Branco: Secretariado da Pastoral Juvenil promoveu formação de voluntários para os «Dias nas Dioceses»

Partilhar:
Share