Lisboa, 25 set 2021 (Ecclesia) – O ‘Open House Lisboa’ 2021 convida a visitar entre hoje e amanhã, 68 espaços, que incluem igrejas, um seminário e um santuário, um mosteiro e convento, na capital portuguesa e em Almada.

No roteiro da 10ª edição do ‘Open House Lisboa’ incluem-se a igreja de Nossa Senhora da Assunção, o Santuário de Cristo Rei e o Seminário de São Paulo, em Almada (Diocese de Setúbal), e o Convento de Santos-o-Novo, a igreja São Jorge de Arroios e o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

Construídas no século XX, as igrejas de Nossa Senhora da Assunção e de São Jorge de Arroios são exemplos da arquitetura modernista portuguesa e foram edificadas no contexto do Movimento de Renovação da Arte Religiosa (MRAR), fundado em 1953, juntou arquitetos, artistas plásticos e historiadores.

‘Os Caminhos da Água’ é o tema do ‘Open House Lisboa’ 2021 e na vida do Mosteiro dos Jerónimos “a água era um elemento fundamental”.

A organização do evento convida a conhecer ‘as águas invisíveis do Mosteiro dos Jerónimos’ e explica que “detrás do monumental edifício existia a cerca, uma grande propriedade murada, que ocupava a encosta do Restelo, onde existiam campos agrícolas, hortas, pomares, pedreiras, capelas e “águas invisíveis”.

O ‘Open House Lisboa’, organizado pela Trienal de Arquitetura de Lisboa, desde 2012, oferece a um público alargado o “livre acesso à arquitetura da cidade”, este ano também em Almada.

A rede ‘Open House Worldwide’, fundada em 1992 por Victoria Thornton, conta com 50 cidades por todo o mundo, como Londres, Nova Iorque, Buenos Aires, Lagos ou Seul, com cerca de dois milhões de visitantes só no ano de 2019; Em Portugal, em 2015 e 2016, foi realizado também o ‘Open House Porto’.

CB

Partilhar:
Share