Bispo do Funchal convida diocesanos a viver momento difícil como uma oportunidade

Funchal, Madeira, 08 abr 2020 (Ecclesia) – O bispo do Funchal convidou os diocesanos a não perderem a oportunidade de viver a Páscoa, apesar das circunstâncias “difíceis”, uma vez que “o Senhor continua a passar” na vida das pessoas.

“A todos quero desejar, apesar desta situação, verdadeiramente que vivam a Páscoa. O Senhor passa por nós, não percamos esta oportunidade de graça”, afirma, numa mensagem enviada à Agência ECCLESIA.

Reconhecendo a “Páscoa difícil de viver”, uma “Páscoa única”, onde “o Senhor continua a querer passar” através da vida de cada um.

Os dias de D. Nuno Brás têm sido passado “mais agarrado ao computador”.

“É a forma que encontramos, através das várias plataformas, para estarmos com os vários sacerdotes e encontrar uma forma de a diocese estar presente”, indica.

Já num texto enviado à Agência ECCLESIA, D. Nuno Brás convidava os católicos a gestos simbólicos de manifestação de fé.

“Sugiro que no Domingo de Páscoa, à porta de cada casa esteja uma cruz (construída com madeira, com ramos de árvores ou com outro material), e que a ornamentem com flores (se não for possível de outro modo, com flores de papel feitas pelas crianças”, indicou.

O responsável católico convida as pessoas a partilhar fotos da iniciativa, através da rede social Facebook.

Ao longo da Semana Santa, a ECCLESIA publica mensagens em vídeo dos bispos portugueses, com a colaboração dos serviços diocesanos, a respeito da celebração da Páscoa em tempos de pandemia.

LS/OC

A Agência Ecclesia agradece às várias dioceses o envio da gravação das mensagens pascais

 

Hoje, em tua casa

“O Mestre manda dizer: É em tua casa

que eu quero celebrar a Páscoa com os meus discípulos”

(Mt 26,18).

Tenho a certeza de que todos nós gostaríamos

de estar na pele daquele discípulo de Jesus

que habitava em Jerusalém,

e cuja casa foi escolhida para a Última Ceia.

Abrir a nossa casa ao Senhor e aos Doze;

preparar tudo o que temos de melhor;

dispor tudo para aquela Páscoa

que iria mudar o curso da história.

 

Hoje o Senhor diz-nos, a cada um de nós:

É em tua casa que Eu quero celebrar a Páscoa.

Nesta Páscoa de 2020,

estas palavras de Jesus adquirem um significado muito literal.

Mas nem por isso menos pascal.

Hoje o Senhor quer celebrar a Páscoa contigo,

com os teus, em tua casa.

Páscoa é uma palavra que quer dizer “passagem”:

passagem de Deus pela vida do seu povo,

libertando Israel da escravidão do Egipto

para o conduzir à Terra Prometida;

passagem de Jesus, através da cruz

à vida de ressuscitado.

Jesus Cristo quer passar pela tua vida,

e pela vida da tua família.

Não como quem passa sem deixar rasto,

mas como quem muda:

quando deixamos que Deus entre na nossa vida,

muda sempre alguma coisa.

 

Nós cristãos esperamos a Páscoa da eternidade.

Mas, enquanto vivemos neste mundo,

não podemos deixar de abrir as suas portas

— este mundo é também a nossa casa! —

para que ele possa acolher a vida nova

de Jesus ressuscitado.

E como vamos precisar,

nos tempos que se avizinham,

de que essa vida transforme

as estruturas, os valores, as atitudes, o coração dos homens!

 

“Hoje quero fazer Páscoa em tua casa”:

é o convite de Jesus,

mais que nunca um convite atual.

Santa Páscoa para todos!

D. Nuno Brás

Partilhar:
Share