DR

Lisboa, 01 Jun 2020 (ECCLESIA) – A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (FAIS) lançou uma campanha de emergência em socorro de “mais de 5 mil famílias cristãs” do Paquistão.

A pandemia do coronavírus obrigou ao confinamento das populações no Paquistão e “está a impedir” que os chamados trabalhadores informais possam desenvolver as suas atividades.

Esta situação “está a ser dramática para a comunidade cristã, uma das mais pobres do país”, a tal ponto que a Igreja Católica fez um pedido de ajuda de emergência à Fundação AIS, pois muitas famílias estão já a passar fome, lê-se num comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

Os bispos de Faisalabad, Islamabad Rawalpindi e Lahore apelaram à FAIS para um programa de emergência para a distribuição de “cabazes alimentares para mais de 5 mil famílias, consideradas como as mais pobres da comunidade”.

Em resposta a este pedido de emergência, a Fundação AIS aprovou, a nível internacional, um primeiro programa assistencial no valor de 150 mil euros.

O pedido de ajuda que as dioceses de Faisalabad, Islamabad, Rawalpindi e Lahore fizeram chegar à Fundação AIS mostra como os cristãos são “tão duramente relegados para um lugar secundário na estratificação social do Paquistão”, acrescenta o comunicado.

LFS

Partilhar:
Share