Restrições da pandemia ajudaram a valorizar oração familiar e dimensão espiritual, indica o Papa

Il Papa con la corona del Rosario (Ansa)

Cidade do Vaticano, 01 mai 2020 (Ecclesia) – O Papa Francisco escreveu uma carta dirigida a todos os “fiéis” para o mês de maio, que manifestam particular “devoção e amor à Virgem Maria”, onde valoriza a tradição de rezar o Terço.

“Neste mês, é tradição rezar o Terço em casa, com a família; dimensão esta – a doméstica –, que as restrições da pandemia nos «forçaram» a valorizar, inclusive do ponto de vista espiritual”, escreve o Papa num texto publicado na Sala de imprensa da Santa Sé.

Francisco propõe “duas orações a Nossa Senhora” para serem rezadas no final da oração do Terço, a fazer “juntos ou individualmente”: “Eu mesmo as rezarei no mês de maio, unido espiritualmente convosco”, garante.

“Pensei propor-vos a todos que volteis a descobrir a beleza de rezar o Terço em casa, no mês de maio. Podeis fazê-lo juntos ou individualmente: decidi vós de acordo com as situações, valorizando ambas as possibilidades. Seja como for, há um segredo para bem o fazer: a simplicidade; e é fácil encontrar, mesmo na Internet, bons esquemas para seguir na sua recitação”, indica o Papa.

Afirma Francisco que a “contemplação do rosto de Cristo, juntamente com o coração de Maria”, vai ajudar à união “como família espiritual” e ajudar a “superar esta prova”.

LS

ORAÇÃO A MARIA (I)

Ó Maria,

Tu resplandeces sempre no nosso caminho
como sinal de salvação e de esperança.
Confiamo-nos a Ti, Saúde dos enfermos,
que permaneceste junto à cruz,
associada à dor de Jesus,
mantendo firme a tua fé.

Tu, Salvação do povo romano,
sabes do que precisamos
e temos a certeza de que providenciarás
para que, como em Caná da Galileia,
possa voltar a alegria e a festa
depois deste momento de provação.

Ajuda-nos, Mãe do Divino Amor,
a conformar-nos à vontade do Pai
e a fazer o que Jesus nos disser,
Ele que assumiu sobre Si
os nossos sofrimentos
e carregou as nossas dores
para nos guiar, através da cruz,
à alegria da ressurreição.
Ámen!

Sob a tua proteção
procuramos refúgio,
Santa Mãe de Deus.

Não desprezes as nossas súplicas,
nós que estamos na provação,
e livra-nos de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita!

Carta do Papa Francisco_Maio2020

Partilhar:
Share