Lisboa, 12 nov 2021 (Ecclesia) – O padre Joaquim Malvar Fonseca faleceu esta quinta-feira em Lisboa, aos 86 anos de idade, informou a Prelatura do Opus Dei.

O sacerdote nasceu em S. Tiago d’Antas, Famalicão (Arquidiocese de Braga) e pediu a admissão ao Opus Dei com 21 anos, sendo um dos primeiros membros que iniciaram a presença da Prelatura no Brasil.

Licenciado em medicina, foi psiquiatra forense, médico gastroenterologista e professor de medicina, antes de ser ordenado sacerdote, aos 37 anos de idade.

O sacerdote exerceu o seu ministério no Brasil até 1998, altura em que regressou a Portugal, dedicando-se à pregação, celebração de sacramentos, orientação de retiros e acompanhamento espiritual.

O padre Joaquim Malvar Fonseca publicou vários livros, como “À Brisa da Tarde”, “Sorriso de Deus”, “O Senhor do Tempo”, “Eu Rezei por Ti”.

“Apesar da fragilidade de saúde dos últimos anos da sua vida, era um pregador apaixonado e vibrante. A sua presença era sempre serena, suave e bem-humorada. Foi um grande amante do desporto, que praticou até ao fim da sua vida”, conclui a nota do Opus Dei enviada à Agência ECCLESIA.

OC

Partilhar:
Share