O padre Tony Neves, missionário espiritano empenhado no diálogo ecuménico, indica que o caminho da unidade deve ser percorrido com compromissos comuns nas grandes causas da humanidade, na luta pela justiça, paz, direitos humanos e as questões ecológicas. Coordenador do Gabinete de Justiça e Paz dos Missionários do Espírito Santo pede valorização do documento do Vaticano que indica a necessidade de um delegado em cada paróquia para o ecumenismo e solicita formação Teológica na área do Ecumenismo.

Partilhar:
Share