Distinção evoca «alto sentido humanista» do bispo de Baucau

Díli, 02 nov 2021 (Ecclesia) – O presidente de Timor-Leste anunciou que vai condecorar, a título póstumo, D. Basílio do Nascimento, falecido no último sábado, aos 71 anos de idade.

O bispo de Baucau será condecorado com a Ordem de Timor-Leste “pelo alto sentido humanista e pela dedicação e coragem”.

“É fundamental que o Estado faça este público reconhecimento pelo alto sentido humanista e pela dedicação e coragem manifestadas pelo bispo Basílio do Nascimento, em determinados momentos da nossa luta pela libertação da Pátria e também no sentido de concretizar os valores e os princípios cristãos em defesa da civilização, em prol da dignificação humana num país com a maior percentagem da população católica em todo o mundo, sempre com máxima tolerância em relação às pessoas de outras confissões religiosas”, pode ler-se no decreto assinado por Francisco Guterres Lú Olo.

O texto, divulgado pela Lusa, refere que D. Basílio do Nascimento “trabalhou incansavelmente para a afirmação da identidade timorense através da elevação dos valores e princípios da vida católica em Timor-Leste, com especial ênfase na Diocese de Baucau” e a luta pela autodeterminação “através de reuniões secretas com dirigentes da Frente Armada”.

Francisco Guterres Lú Olo salienta também o papel do falecido bispo na divulgação dos “valores e os princípios cristãos em defesa da civilização, em prol da dignificação humana num país com a maior percentagem da população católica em todo o mundo, sempre com máxima tolerância em relação às pessoas de outras confissões religiosas”.

OC

Óbito: Arcebispo de Évora evoca «humanidade» de D. Basílio do Nascimento

 

Partilhar:
Share