Moita, 29 mar 2022 (Ecclesia) – O ‘Stella Maris – Moita do Ribatejo’ (Apostolado do Mar), na Diocese de Setúbal, organizou a atividade ambiental ‘Ecotejo – praia limpa mais vida’, que mobilizou escuteiros, catequese, escolas, e entidades públicas e privadas, nos dias 25 e 26 de março.

“Aliando a vertente ambiental e cultural, o objetivo é sensibilizar para a importância do tratamento das águas residuais na preservação dos meios recetores, assim como as boas práticas de deposição de resíduos e o impacto do lixo costeiro nos ecossistemas marinhos e estuarinos”, contextualiza uma nota enviada hoje à Agência ECCLESIA.

O ‘Stella Maris’ da Paróquia da Moita informa que nesta atividade ambiental os participantes ajudaram a limpar a zona ribeirinha e recreio escolar do Agrupamento Fragata do Tejo (Moita), na sexta-feira; no dia seguinte, realizaram jogos ambientais na praia do Rosário, e no adro da igreja, para assinalar o Dia da Terra.

O pároco da Moita, o padre Sílvio Couto, também presidiu à celebração da Palavra e exibiram um vídeo – da Plataforma de Ação Laudato Si – onde o Papa Francisco apela à humanidade para agir em prol de uma ecologia integral, em favor da natureza e do homem, e alerta que “o egoísmo, a indiferença e os estilos irresponsáveis estão ameaçando o futuro dos jovens”.

O Stella Maris – Moita do Ribatejo, na Diocese de Setúbal, destaca que participaram na iniciativa ‘Ecotejo – praia limpa mais vida’ várias entidades como os Agrupamentos de Escolas da Moita e Fragata do Tejo, a Associação de Pais da Fragata do Tejo, a Junta de Freguesia da Moita e a União de Freguesias do Gaio-Rosário e Sarilhos Pequenos, o Agrupamento de Escuteiros 76 Moita, grupo das catequeses da Paróquia da Moita, e contaram com o apoio de diversas empresas e entidades públicas e privadas.

CB/OC

Partilhar:
Share