D. Luiz Fernando Lisboa fala em região «devastada», com perdas «incalculáveis»

Foto: Lusa.

Pemba, Moçambique, 20 abr 2019 (Ecclesia) – O bispo da diocese moçambicana de Pemba, D. Luiz Fernando Lisboa, apelou à solidariedade para com os habitantes da província de Cabo Delgado, “devastada pelo ciclone Kenneth”, que provocou cerca de 40 mortes e danos “incalculáveis”.

“Ainda não temos o total de perdas humanas porque algumas áreas estão ainda sem comunicação. Sabemos de cerca de 40 pessoas. As perdas materiais são incalculáveis. Há distritos em que a destruição chegou a 90%”, refere o prelado, numa mensagem encaminhada à Agência ECCLESIA.

O responsável relata que, com as chuvas dos últimos dias, “os rios transbordaram e resultaram em mais destruições de casas e plantações”.

“Há muitas pessoas, grupos, comunidades, dioceses que querem ajudar. Assim como houve grande solidariedade com a região centro do país (Ciclone Idai), agora somos nós que precisamos dessa ajuda”, apela o bispo de Pemba.

“Contamos com as vossas orações e solidariedade. Deus nos abençoe e proteja”, conclui D. Luiz Fernando Lisboa.

Conta Emergência Cabo Delgado

Nome: Diocese de Pemba sede

Banco BCI

Nº da Conta: 2092949710009

NIB: 000800002092949710956

SWIFT: CGDIMZMA

IBAN: MZ 59000800002092949710956

O número de mortos provocados pelo ciclone Kenneth no Norte de Moçambique pode aumentar acima dos atuais 38, admitiu o primeiro-ministro Carlos Agostinho do Rosário.

“Tanto o número de pessoas afetadas [cerca de 166 000] como de mortos podem ser um pouco superiores”, referiu o governante em conferência de imprensa, em Pemba, após uma visita de três dias à província de Cabo Delgado.

OC

Moçambique: Arcebispo da Beira adverte que recuperação do país «vai levar anos» e apela à «solidariedade internacional»

Partilhar:
Share