Trabalho de parceria com Fundação Ajuda à Igreja que Sofre permite dotar comunidade moçambicana de alguns serviços

Foto: Fundação AIS

Paulo Aido, da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre, em serviço especial para a Agência ECCLESIA

Nacala, Moçambique, 26 nov 2021 (Ecclesia) – Maria Noviricana preparou-se durante sete anos para ser batizada na paróquia de São José de Matibane, na diocese de Nacala, em Moçambique, desejo que foi concretizado no dia 20 de novembro, aos 83 anos.

“Hoje recebi o batismo em nome do Senhor Jesus Cristo. Tudo o que eu fazia de mal já deixei. Estou muito feliz. Estou feliz porque passei sete anos a frequentar a catequese, a aprender a ser candidata e hoje concretizei o meu sonho… Portanto, estou muito feliz e vou caminhar como pede a Igreja”, conta à Agência ECCLESIA.

A perseverança da senhora, que o filho assegura ter 83, corresponde à paciência e à dedicação dos padres e das irmãs, dos religiosos e dos catequistas naquela igreja, que celebra e reúne os fiéis à volta das árvores e no meio da natureza, numa missa campal.

Foto: Fundação AIS

Na pobreza da aldeia de Matibane, o trabalho de parceria da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre e da Igreja local tornou possível a construção de um seminário propedêutico, um Instituto politécnico, um Centro de Saúde e um mercado.

Maria Noviricana, sem dizer uma palavra de português, estava feliz depois da celebração que batizou crianças e jovens da paróquia.

“A mensagem que eu quero deixar para os outros fiéis, para as pessoas dos outros países é que vamos continuar a rezar, vamos continuar a amar Nosso Senhor Jesus Cristo com tudo o que temos para oferecer-lhe, tal como Ele se dá a nós”, finalizou.

LS

 

Partilhar:
Share