Bruxelas, 31 jul 2019 (Ecclesia) – A Comissão Europeia anunciou hoje um acordo para que Portugal e outros quatro países europeus, juntamente com organismos católicos da Itália, recebam os 131 migrantes resgatados na última semana, a bordo do navio ‘Gregoretti’.

O grupo de migrantes foi resgatado na rota do Mediterrâneo central por lanchas da Guarda Costeira italiana e foi, posteriormente, transferido para um navio daquela força.

A Comissão Europeia não especificou como será feita a distribuição de migrantes, mas de acordo com as informações fornecidas, mais de metade deverá permanecer em Itália, apoiados pela Igreja Católica.

No último domingo, o Papa lamentou um “dramático naufrágio” que provocou dezenas de mortos e desaparecidos, no Mediterrâneo.

Cerca de 145 pessoas foram resgatadas após o pior naufrágio do ano no Mediterrâneo, que envolveu mais do que uma embarcação, ocorrido também na quinta-feira, com migrantes que procuravam chegar à Europa.

OC

Partilhar:
Share