«Vós estais aqui mas o vosso coração está no vosso país», afirmou o D. Jean-Claude Hollerich

Lisboa, 21 mai 2020 (Ecclesia) – O cardeal do Luxemburgo dirigiu esta quinta-feira uma mensagem aos emigrantes portugueses, no dia em que habitualmente realizam a peregrinação ao santuário local de Nossa Senhora de Fátima, destacando a “amargura” das famílias separadas devido à pandemia.  

“Vós estais amargurados por causa desta pandemia, vós estais aqui mas o vosso coração está no vosso país”, disse D. Jean-Claude Hollerich na video mensagem. 

Foto Arquivo

A quinta-feira da Ascensão é o dia “da tradicional peregrinação até Wiltz, no Luxemburgo, ao santuário de Nossa Senhora de Fátima, e da procissão até à colina ‘op Bässent’, que reúne todos os anos 20 mil peregrinos, maioritariamente de origem portuguesa, que este ano não se realiza por causa da pandemia covid-19.

O cardeal do Luxemburgo não deixou de assinalar a data gravando uma mensagem vídeo em língua portuguesa e agradecendo o contributo dos emigrantes portugueses naquele país. 

“Quero aproveitar esta ocasião para vos dizer que vos trago no meu coração. Jamais esquecerei a vossa imensa contributo que dás ao desenvolvimento deste país, a vossa fé e o vosso imenso amor pela Virgem Maria. As vossas manifestações de fé, a vossa presença e as vossas tradições enriquecem o país”, salientou. 

A peregrinação a Nossa Senhora de Fátima em Wiltz é um momento de união que junta “portugueses, luxemburgueses, cabo-verdianos, brasileiros, e muitas outras nacionalidades da Igreja do Cristo que se reúne no Luxemburgo” e que este ano contaria também com a presença do cardeal José Tolentino Mendonça, refere o jornal português do Luxemburgo “O Contacto“.

SN

Partilhar:
Share