Cidade do Vaticano, 16 set 2019 (Ecclesia) – O Papa valorizou hoje o papel dos media locais, ao receber no vaticano os jornalistas da RAI (Radiotelevisão Italiana) responsáveis pelos telejornais regionais.

“Sem informações locais, a unidade da nação não existiria”, assinalou, perante os profissionais, recordando o valor das “línguas e culturas das minorias”.

Francisco falou numa “globalização nociva” e numa “globalização boa”, considerando que a diferença está na forma de “valorizar as diversidades, as peculiaridades, as culturas, as histórias e as tradições”.

“Se a globalização respeita as pessoas, os grupos sociais, os povos nas suas riquezas e peculiaridades, então a globalização é boa porque nos faz crescer juntos”, referiu, numa intervenção divulgada pelo portal ‘Vatican News’.

O Papa convidou os jornalistas a procurar a “realidade diária, local, feita de pessoas, de acontecimentos, de projetos, de problemas e de esperanças”, ajudando também a “transmitir a um horizonte mais amplo todos os valores que pertencem à vida e à história das pessoas”.

Neste contexto, Francisco assinalou que a informação local “não pode ser considerada menor em relação à nacional”.

OC

Partilhar:
Share