Lisboa, 02 ago 2019 (Ecclesia) – A Juventude Mariana Vicentina (JMV) promoveu uma semana de missão, na Paróquia de Gaula, Diocese do Funchal, de 20 a 28 de julho, com a participação de jovens de grupos do território continental.

“Os jovens da JMV, através do seu testemunho e das atividades que realizaram ao longo da semana de missão, promoveram a construção de uma identidade, pretenderam gerar comunhão, estimulando a comunidade a partir para a missão”, assinala um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

O programa inclui vários momentos de oração, nas Paróquias de Gaula e de Lombada, além de celebrações “com o objetivo de estimular a vivência das várias dimensões da Fé”.

Durante o dia, os jovens da JMV realizaram atividades com os idosos da Casa da Sagrada Família e Refúgio de São Vicente de Paulo, uma obra vicentina da Paróquia de Gaula; com os utentes do Centro de Convívio da Achada de Gaula, e também visitaram idosos e doentes no seu domicílio.

No final da semana de missão, os jovens da JMV foram recebidos pelo bispo do Funchal, D. Nuno Brás, no Paço Episcopal.

“Agradecemos à Paróquia de Gaula por ter acolhido a Missão Jovem JMV, bem como ao Refúgio São Vicente de Paulo por todo o auxílio prestado durante a missão”, assinala António Clemente, coordenador da missão.

A Juventude Mariana Vicentina é um movimento juvenil que tem por objetivo a”companhar os jovens cristãos no crescimento da sua fé, até à maturidade cristã”; está presente em mais de 66 países e em Portugal existem 23 grupos.

OC

Partilhar:
Share