Antecipamos o Dia Mundial da Justiça Social para conhecer o trabalho que Cátia Tuna e João Pedro Cruz desenvolvem, através do Movimento de Apostolado de Adolescentes e Crianças, no bairro da Cova da Moura, na periferia de Lisboa.
Uma construção de cidadania, prévia a uma aquisição de crença, que se torna estruturante quando as crianças e adolescentes são desafiados a olharem-se como protagonistas da sua história. Esta é uma «experiência extraordinária da Igreja dos pobres» que faz interrogar e crescer.

Partilhar:
Share