A pandemia “não nos pode paralisar ou privar-nos de uma visão positiva para o futuro”, é uma das principais frases que se pode ler na mensagem para o 41º Dia Mundial do Turismo. Com uma drástica diminuição da mobilidade, o turismo, um dos segmentos da sociedade mais afetados, não pode ficar paralisado e temos que aproveitar esta crise pandémica, como nos recorda o Papa Francisco, para descobrir ou até mesmo redescobrir lugares ou histórias que se encontram escondidas ou menos conhecidas. É com este convite que neste momento trabalhamos através do projeto QUO VADIS LISBOA (www.quovadislisboa.com) na consolidação de novas rotas, itinerários e visitas guiadas de locais ou caminhos menos conhecidos.

Exemplo disso é a ‘Rota de Santo António em Lisboa’, onde se visita às 10h00, no segundo sábado de cada mês, as já muito conhecidas Igreja de Santo António, Sé de Lisboa, Mosteiro de São Vicente de Fora, mas foram introduzidas nesta rota duas outras igrejas menos visitadas e com grande valor histórico e religioso, como são as Igrejas de São João da Praça e do Vale de Santo António. Em parceria também com o Museu de Lisboa – Santo António, neste momento encontramo-nos também a preparar várias atividades culturais para assinalar o dia de nascimento de Santo António, “tradicionalmente” celebrado a 15 de agosto, na solenidade da Assunção de Nossa Senhora, onde destacamos a ‘Missa Fadista – Fados ao Santo António’, que contará com a presença dos fadistas, Célia Leiria e José Quaresma.

De maio até outubro recordamos as aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria através da nossa visita à Igreja de Nossa Senhora de Fátima, uma visita guiada denominada ‘Arte e Fé na Igreja de Nossa Senhora de Fátima’ e que se realizar-se todos os 3º sábados de cada mês às 17h30. A Igreja de Nossa Senhora de Fátima, dedicada a 13 de outubro de 1938, 21 anos após a última aparição da Virgem na Cova da Iria, apreciar a extraordinária conjugação entre a arte e a espiritualidade cristã através dos vitrais de Almada Negreiros; dos frescos do arco triunfal de Lino António e da imagem de Nossa Senhora de Fátima de Leopoldo de Almeida.

Em parceria Departamento de Cultura da SCML realizamos todos os meses os ‘Itinerários da Fé’ nos seu Percursos na Mouraria, Baixa e Chiado que se realizam às 10h00 no 1º, 3º e 4º sábado de cada mês, respetivamente. Os participantes são convidados a fazer um percurso pedestre, pelos principais bairros históricos da cidade de Lisboa, tendo em conta a dimensão arquitetónica e histórica no seu diálogo com a Fé cristã.

Neste momento, o turismo pode e deve “converter-se num instrumento de proximidade” recorda-nos o Papa Francisco, por isso, temos aproveitado este momento que nos encontramos, para potenciar uma interação positiva com as várias instituições da cidade Lisboa e paróquias, para que todas as nossas propostas culturais sejam valorizadas no cuidado pelo acolhimento e acompanhamento de todos.

Departamento de Turismo do Patriarcado de Lisboa

Partilhar:
Share