D. Manuel Clemente prestou homenagem a «escola de padres sábios e santos»

Lisboa, 25 out 2021 (Ecclesia) – O cardeal-patriarca de Lisboa presidiu este domingo à Missa que assinalou os 90 anos da abertura do Seminário dos Olivais, apresentando a instituição como “escola de padres sábios e santos”.

“Como não recordar essa primeira geração que o Cardeal Cerejeira, Monsenhor Pereira dos Reis e os Padres dos Sagrados Corações formaram nos Olivais, geração que, dos anos trinta aos cinquenta, como que refez a vida católica do Patriarcado e de outras dioceses, tão abalada que fora nas décadas anteriores?”, referiu D. Manuel Clemente, numa homilia divulgada pelo Patriarcado de Lisboa.

A abertura do Seminário nos Olivais aconteceu a 24 de outubro de 1931.

“O Seminário existe para formar padres que, como aqueles primeiros discípulos, aproximem quem clama da pessoa de Jesus e a todos encorajem para assim encontrarem luz e salvação, no sentido mais amplo e definitivo do termo”, apontou o responsável católico.

O cardeal-patriarca evocou todos os que “com poucos meios”, conseguiram renovar a Igreja Católica, no século XX, destacando o lançamento e acompanhamento da Ação Católica.

“Como não recordar as gerações do Concílio e pós Concílio, referindo sobretudo os que ficaram e os que se foram juntando e com os Cardeais Ribeiro e Policarpo nos deram o fundamental do que hoje temos, quer em estruturas pastorais quer nas perspetivas contemporâneas da missão?”, acrescentou.

D. Manuel Clemente destacou a importância de formar para a “santidade sacerdotal”, que implica “dedicação pastoral e aplicação litúrgica”, com “oração permanente e serviço constante”.

“O sacerdócio ministerial é grande dom de Deus à sua Igreja, em ordem a um povo que seja sacerdotal no seu todo. Mas é também apelo a permanecermos sempre com Deus, condição indispensável para estarmos com os outros a partir de Deus”, prosseguiu.

O patriarca de Lisboa recordou a reformulação do percurso formativo, seguindo as indicações da Congregação para o Clero (‘Ratio Fundamentalis Institutionis Sacerdotalis’, 2016), que “presta particular atenção à personalidade integral e harmónica de cada possível futuro padre”.

OC

Partilhar:
Share