«É um prazer caminhar convosco na preparação desta Jornada Mundial da Juventude» – Cardeal Juan José Omella

Madrid, 29 set 2021 (Ecclesia) – A sede da Conferência Episcopal Espanhola (CEE), em Madrid, acolheu hoje a visita dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a caminho da edição internacional de 2023, em Lisboa.

“Estamos agora a tornar a Igreja Sinodal uma realidade, a comunhão uns com os outros, não importa o número se somos irmãos e filhos de Deus. É para nós um prazer caminhar convosco na preparação desta Jornada Mundial da Juventude”, disse o presidente da CEE, cardeal Juan José Omella.

O responsável afirmou que a visita da cruz e do ícone mariano pelas dioceses espanholas sublinham que esta é uma “Igreja irmã de Portugal”, caminhando “sob o mesmo olhar da Virgem e do Senhor”.

Os dois símbolos da Jornada Mundial da Juventude foram recebidos pelos bispos membros da Comissão Permanente da CCE, na sede da instituição, perto de uma imagem de Nossa Senhora.

O presidente da Conferência Episcopal Espanhola destacou que a “Igreja Sinodal é a participação”, onde participam “todos – jovens, bispos, sacerdotes” -, cada um na sua função para evangelizar a Península Ibérica e o mundo.

Os dois símbolos foram transportados para a sede da CEE por um grupo de jovens, acompanhados pelo diretor da Pastoral Juvenil da Conferência Episcopal de Espanhola, o padre Raúl Tinajero, e por D. Américo Aguiar, presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023.

O bispo português manifestou “gratidão”, pelo apoio fraterno e receção dos símbolos nas dioceses espanholas, e “bênção para todas as dioceses e jovens da Espanha”.

O presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023 recordou que quando Madrid foi anunciada como sede da Jornada Mundial da Juventude de 2011, na edição de Sydney, em 2008, os jovens gritavam “sim, sim, vamos a Madrid” e pediu para mudar essa letra para: “Sim, sim, sim, vamos partir daqui”.

A Conferência Episcopal Espanhola informa que depois das intervenções de acolhimento dos símbolos na sua sede rezaram a oração da JMJ Lisboa 2023.

A peregrinação da cruz e do ícone de Nossa Senhora ‘Maria Salus Populi Romani’ pelas dioceses de Espanha começou no dia 5 de setembro e vai terminar a 29 de outubro, em Ayamonte, na Diocese de Huelva; Segundo o programa, uma Eucaristia, às 18h30 locais, menos uma hora em Lisboa, e uma cerimónia de despedida (19h30) marcam a conclusão deste périplo, antes da travessia dos símbolos no rio Guadiana, para Portugal, pelas 20h30.

Os símbolos da JMJ já peregrinaram pelas dioceses de Angola e da Polónia, estando prevista a peregrinação em Portugal, por todas as dioceses católicas, a partir do mês de novembro deste ano, até julho de 2023.

CB/OC 

A Cruz da JMJ foi entregue pelo Papa João Paulo II aos jovens em abril de 1984 e marcou o início de uma peregrinação da juventude de todo o mundo; em 2000, o mesmo pontífice confiou aos jovens uma cópia do Ícone de Nossa Senhora ‘Maria Salus Populi Romani’.

A cruz de madeira mede 380 cm de altura e pesa 31 kg; os braços medem 175 cm de largura e os painéis em madeira medem 25 cm de largura, e o Ícone de Maria mede 118 cm de altura, tem 79 cm de largura e 5 cm de profundidade, pesando 15 Kg

.

 

 

Partilhar:
Share