Bispo mobiliza diocese à participação e Banda Sinfónica da PSP dá início à celebração

Foto: Diocese de Leiria-Fátima

Leiria, 06 jun 2018 (Ecclesia) – A Diocese de Leiria-Fátima vai comemorar dos 100 anos da sua restauração numa Festa da Fé, de 15 a 17 de junho, três dias de “celebrações, música, cinema, uma conferência, exposições e tasquinhas”.

“Convoco toda a Diocese; Estaremos todos em Leiria para partilhar a alegria de ser Igreja em missão”, lê-se na mensagem do bispo diocesano, D. António Marto.

As iniciativas da ‘Festa da Fé’, que tem como tema ‘Alegria de ser Igreja’, inserem-se em três dinâmicas: “Sair, escutar e festejar.”

Já a partir deste domingo, e até ao próximo 16 de junho, os diocesanos começa a ser envolvidos na dinâmica festiva com um ciclo de cinema, no Teatro Miguel Franco: “A longa estrada para casa”; “Terapia para dois”; “Um sonho possível”; “A Família Bellier”.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a comissão organizadora informa que a sessão oficial de abertura da festa é um concerto a Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública (PSP), às 21h30, no Teatro José Lúcio da Silva.

Segundo o programa, a música também encerra o primeiro dia, com os “Combos”, do Instituto Jovens Músicos e ‘Rockschool’, às 22h00, no palco ao ar livre.

Antes, o evento começa às 20h30 de 15 de junho, com a abertura dos três espaços onde vai decorrer a ‘Festa da Fé’, como o Jardim Luís de Camões que recebe o palco do evento, as tasquinhas, e a ‘Tenda da Memória’ com uma exposição histórica sobre Leiria-Fátima a partir da diocese, edifícios, bispos, rostos e datas.

Outro espaço é o Mercado de Sant’Ana que acolhe a “Festa dos Carismas” e na Praça Paulo VI vai estar montado o mapa gigante com maquetes das 75 igrejas paroquiais de Leiria-Fátima, uma das novidades da edição.

As maquetes foram construídas pelas comunidades católicas ao longo do último ano pastoral,  e o espaço para a mostra única tem uma área expositiva aproximada de 1000 metros quadrados.

A Diocese de Leiria-Fátima quer reunir diferentes gerações a “celebrar a Igreja diocesana no centenário da sua restauração”.

Para as crianças e adolescentes vai promover o ‘Festeja’, momentos de convívio e atividades, que integra a catequese e os escuteiros, nas manhãs de 16 e 17 de junho, dias em que na igreja do Espírito Santo se convida à adoração Eucarística.

As crianças também são convidadas a participar numa Eucaristia, às 10h00, desse sábado, na Sé, onde vão estar disponíveis sacerdotes para atendimento espiritual.

Já na tarde desse primeiro dia, os doentes e idosos vão participar num momento de oração, na Sé de Leiria; às 21h30, o Festival da Canção Jovem leva a palco ‘Os Maresia’, um grupo escutista.

No último dia da festa, 17 de junho, do programa destaca-se um jubileu vocacional, com casais, padres e religiosos que celebram 25, 50 ou 60 de matrimónio, ordenação ou consagração, no convento dos Franciscanos.

A ‘Festa da Fé’ termina com a Missa presidida pelo bispo diocesano, D. António Marto, na Praça da República, de onde seguem um cortejo para a Catedral.

Durante os dias da ‘Festa da Fé’, o Museu de Leiria vai receber a exposição temporária ‘As Rosas de Pedro e as Rosas de Maria’, onde apresenta as três rosas de ouro oferecidas pelos Papas – Paulo VI (1965), Bento XVI (2010) e Francisco (2017) – ao Santuário de Fátima;

A comissão organizadora da ‘Festa da Fé’ 2018 criou um sítio na internet para o evento e também está nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter.

A Diocese de Leiria-Fátima está a comemorar e a celebrar os 100 anos da restauração desta Igreja: ‘Quo vehementius’ é o nome da Bula da Restauração do Bispado de Leiria que foi assinado pelo Papa Bento XV, a 17 de janeiro de 1918.

CB

Partilhar:
Share