Portal recorda ensinamento do Papa Francisco sobre o desporto

Cidade do Vaticano, 20 jul 2021 (Ecclesia) – O Vaticano assinalou, num artigo divulgado pelo seu portal de notícias, o impacto da pandemia nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam esta sexta-feira, desejando que a competição seja marcada pela “fraternidade”.

O texto, que retoma o ensinamento do Papa Francisco sobre o desporto, assinala que estes são uns Jogos “tristes”, devido à ausência de público, de aplausos ou de abraços, com alterações até na entrega das medalhas.

“Talvez possa emergir mais claramente o significado (e o valor) de um evento que, desde o seu símbolo – os cinco anéis entrelaçados – traz consigo o espírito de fraternidade e harmonia entre os povos”, pode ler-se no ‘Vatican News’.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão ser disputados entre 23 de julho e 08 de agosto, depois do adiamento por um ano devido à pandemia de covid-19.

O Vaticano refere que o Papa tem “sublinhado o potencial educativo do desporto para os jovens, a importância de ‘colocar-se em jogo’ e do fair-play”, bem como do próprio valor da derrota, “porque a grandeza de uma pessoa é vista mais quando ela cai do que quando triunfa, tanto no desporto como na vida”.

No início de 2021, Francisco concedeu uma entrevista ao jornal italiano ‘Gazzetta dello Sport’, em que destaca a “sede de redenção” que surge dos falhanços e elogia o desporto por “unir as pessoas, tornando-as participantes do mesmo jogo, protagonistas de vitórias e derrotas”.

A Santa Sé deixa votos de que os Jogos Olímpicos de Tóquio “sejam capazes de combinar tensão competitiva e um espírito de unidade.

“Hoje, mais do que nunca, o desafio não é apenas ganhar a medalha de ouro – o sonho e meta de qualquer atleta olímpico – mas também ganhar, todos juntos, a medalha da fraternidade humana”, pode ler-se.

OC

Jogos Olímpicos: Arquidiocese de Tóquio obrigada a cancelar planos, por causa da pandemia

Partilhar:
Share