Arcebispo local assume necessidade de prevenir novos contágios e pede a atletas que evitem visita a igrejas

Foto: Arquidiocese de Tóquio

Tóquio, 19 jul 2021 (Ecclesia) – A Arquidiocese de Tóquio anunciou o cancelamento dos planos que tinha preparado para acompanhar os participantes nos próximos Jogos Olímpicos, por causa da pandemia.

“Decidimos cancelar todos esses planos e, portanto, não haverá nenhum envolvimento especial da nossa parte nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos”, adianta uma nota assinada pelo arcebispo local, D. Tarcísio Isao Kikuchi.

O responsável admite que, nos últimos anos, tinha sido projetado que cada paróquia pudesse “atender às necessidades espirituais” de quem fosse ao Japão para estes eventos desportivos.

A área metropolitana de Tóquio encontra-se em estado de emergência, por decisão do Governo, e a arquidiocese local anuncia que os visitantes “receberão informações sobre as medidas preventivas tomadas nas paróquias contra a Covid-19 e serão convidados a abster-se de visitar as igrejas”.

D. Tarcísio Isao Kikuchi assinala que a reunião de atletas e equipas de apoio vindos de todo o mundo “levanta preocupações” relativamente a um novo aumento no número de casos, assumindo que, para a comunidade católico, o compromisso é o de evitar infeções.

“Implementamos várias medidas de precaução e levamos a sério a nossa responsabilidade de proteger as vidas uns dos outros, evitando a propagação da infeção para proteger não apenas as nossas próprias vidas, mas também a vida de outras pessoas”, escreve.

A cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que deveriam ter acontecido em 2020 e foram adiados por causa da pandemia, vai decorrer esta sexta-feira, a partir das 12h00 de Lisboa.

OC

Partilhar:
Share