Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida assinala lançamento do tema

 

Cidade do Vaticano, 27 jan 2021 (Ecclesia) – O Vaticano assinalou hoje o lançamento do hino oficial da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2023, falando num “novo impulso para a viagem rumo a Lisboa”.

O tema foi apresentado esta manhã, num evento online, promovido pela organização portuguesa.

A canção intitulada “Há Pressa no Ar” foi escolhida através de um concurso com mais de uma centena de participantes portugueses: a letra é do padre João Paulo Vaz (Diocese de Coimbra), a música de Pedro Ferreira e os arranjos de Carlos Garcia.

A escolha de Lisboa como primeira cidade portuguesa a acolher uma edição internacional da JMJ aconteceu há dois anos, no dia 27 de janeiro de 2019, no Panamá.

O Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé) evoca a data e fala do novo hino como “um alegre convite aos jovens de todo o mundo para continuar esta peregrinação de fé através da JMJ e rezar juntos enquanto aguardam o próximo encontro com o Santo Padre”.

“O hino da JMJ não é apenas uma ferramenta de divulgação do evento, mas acima de tudo uma oração que, traduzida em diferentes línguas, ressoa nas realidades locais da Igreja”, acrescenta a nota do Vaticano, enviada à Agência ECCLESIA.

O Comité Organizador Local (COL) da JMJ 2023 recebeu mais de uma centena de candidaturas, que foram analisadas por um júri composto por profissionais das áreas da música e das artes.

O Vaticano destaca que a apresentação do hino no aniversário da Missa de encerramento da JMJ 2019, no Panamá, realça que “estes encontros são como um revezamento que continua ao longo dos anos e traz bons resultados, tanto para os participantes como para a Igreja local que os acolhe”.

Victor Chang, secretário-executivo do Comité Organizador da JMJ no Panamá, refere que após o evento aconteceram “muitas mudanças” na comunidade católica, sendo a mais importante “a maior liderança dos jovens”.

“Nós, que trabalhamos com eles e para eles, temos consciência do seu papel e potencial, estamos dispostos a dar-lhes o seu espaço e a acompanhá-los nesta caminhada. Esta é uma mudança de paradigma”, acrescentou.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

OC

 

JMJ 2023: Jornada de Lisboa lança hino oficial, «Há Pressa no Ar» (c/vídeo e áudio)

 

Partilhar:
Share