Francisco preside a passagem simbólica do Panamá para a capital portuguesa

Cidade do Vaticano, 22 nov 2020 (Ecclesia) – O Papa vai entregar hoje a uma delegação portuguesa, na Basílica de São Pedro, a Cruz da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), cuja próxima edição internacional decorre em Lisboa (2023).

Em nota enviada à Agência ECCLESIA, a sala de imprensa da Santa Sé informa que vão estar presentes “uma delegação da América Central”, onde decorreu a JMJ 2019 (Panamá) e outra de Portugal.

“Como anunciado pelo Santo Padre no último dia 5 de abril, durante a oração do ângelus, no próximo domingo, 22 de novembro, solenidade de Cristo Rei e conclusão do ano litúrgico, no final da Santa Missa presidida pelo Papa Francisco na Basílica de São Pedro terá lugar a entrega da Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude”, refere a nota.

Concelebram com o Papa o cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, e os cardeais portugueses D. José Tolentino Mendonça e D. Manuel Clemente; os bispos auxiliares de Lisboa D. Américo Aguiar e D. Joaquim Mendes, coordenadores-gerais do Comité Organizador Local da JMJ 2023; e três sacerdotes: padre Filipe Diniz, diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil; os padres José Alfredo Patrício e António Estêvão Fernandes, reitor e vice-reitor do Colégio Pontifício Português, que colaboram com as atividades da JMJ 2023, em Roma.

O gesto simbólico passagem da Cruz, dos jovens do Panamá para os de Lisboa estava previsto para o último Domingo de Ramos (5 de abril), mas foi adiada por causa da pandemia.

A celebração  tem transmissão online, nos canais do Vaticano, e decorre “em conformidade com as atuais normas de segurança sanitária”, refere o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé), em comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A Cruz da JMJ foi entregue pelo Papa João Paulo II aos jovens em abril de 1984 e marcou o início de uma peregrinação da juventude de todo o mundo; em 2003, o mesmo pontífice confiou aos jovens uma cópia do Ícone de Nossa Senhora ‘Maria Salus Populi Romani’.

A JMJ realiza-se, anualmente, a nível local (diocesano) no Domingo de Ramos (ou em data a definir por cada diocese), alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos, numa grande cidade.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

OC

A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023, em Lisboa, apresentou a 16 de outubro o logotipo do próximo encontro internacional de jovens católicos, inspirado pelos traços da cultura e religiosidade portuguesas, desenhado pela portuguesa Beatriz Roque Antunes.

JMJ 2023: Delegação portuguesa prepara-se com emoção para encontro com o Papa (c/vídeo)

Partilhar:
Share