Francisco convida outros jovens a partilhar esta «sede de participar»

Cidade do Vaticano, 19 jan 2023 (Ecclesia) – O Papa saudou os 400 mil participantes que já se inscreveram para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, num vídeo divulgado hoje pela organização portuguesa do encontro.

“Estamos a aproximar-nos, ainda que faltem vários meses, da Jornada da Juventude, e já há 400 mil jovens inscritos. Chama-me a atenção e alegra-me que tantos jovens venham, porque precisam de participar”, refere Francisco..

A próxima edição internacional da JMJ vai decorrer na capital portuguesa de 1 a 6 de agosto de 2023, após ter sido adiada um ano, por causa da pandemia de Covid-19.

O Papa admite que alguns digam que vão estar em Lisboa a “fazer turismo”, mas afirma que “o jovem que vem, no fundo, tem sede de participar, de partilhar, de contar a sua experiência e receber a experiência do outro”.

“Têm sede de horizonte. Vocês, jovens – e já há 400 mil inscritos – têm sede de horizonte. Que neste encontro, nesta jornada, aprendam a olhar sempre para o horizonte, a ver sempre mais além”, indica, numa intervenção enviada à Agência ECCLESIA.

Não ergas uma parede diante da tua vida, porque as paredes te encerram. O horizonte faz-te crescer: olha sempre para o horizonte, com os olhos, mas sobretudo com o coração”, acrescenta.

Francisco deixa votos de que os participantes “abram o coração” a outras culturas e aos outros jovens, nesta JMJ.

“Preparam-se para isto: para abrir horizontes, para abrir o coração. E obrigado por se terem inscrito já, tão antecipadamente. Esperemos que outros mais sigam o exemplo”, declara.

A mensagem conclui-se com a bênção do Papa.

Que a Virgem Maria cuide de vocês. Rezem por mim, eu rezo por vocês, e não se esqueçam: paredes, não; horizontes, sim. Obrigado”.

Todas as iniciativas da JMJ Lisboa 2023, incluindo os eventos centrais com o Papa Francisco, são de acesso gratuito para todos, mas a inscrição permite que os peregrinos possam ter acesso a diversos pacotes, mediante as suas necessidades ao nível de serviços, como o alojamento e a alimentação, e em função do período que permanecem na capital portuguesa.

Quem se pretenda inscrever como peregrino, voluntário, para o Festival da Juventude e para a Feira Vocacional na JMJ Lisboa 2023, poderá fazê-lo através do site oficial.

Foto: João Lopes Cardoso/Diocese do Porto

A organização recomenda “fortemente grupos muito pequenos e peregrinos individuais a não se inscreverem por si mesmos, mas a juntarem-se a grupos maiores organizados pelas paróquias, dioceses ou outras comunidades”.

O sistema de inscrição solicita apenas informação mais detalhada relativamente ao responsável e ao vice-responsável dos grupos, sacerdotes, pessoas com deficiência e pessoas com necessidade de visto para entrar em Portugal.

A JMJ Lisboa 2023 é dedicada aos peregrinos de todo o mundo com idades compreendidas entre os 14 e 30 anos de idade, sendo permitido que peregrinos de outras idades se inscrevam; os participantes com idade inferior a 18 anos têm obrigatoriamente de estar integrados num grupo e o seu cuidado é confiado a um adulto do grupo, com a devida autorização dos pais ou responsável legal.

As edições internacionais da JMJ são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

Todas as formas de inscrição incluem seguros de acidente, transportes públicos durante a semana da JMJ, “kit do Peregrino”, entrada gratuita nas atividades culturais do Festival da Juventude e acesso prioritário às zonas reservadas para os inscritos, além das opções de alojamento e alimentação que forem selecionadas.

Os valores vão desde 50 euros a 235 euros, mediante a opção escolhida; todos os pagamentos efetuados até 15 de março usufruem de um desconto automático de 5%.

Os participantes que escolham um pacote com alojamento incluído, serão alojados em casas de família, pavilhões, escolas, ginásios, entre outros espaços coletivos.

Na noite de 5 para 6 de agosto de 2023, após a vigília presidida pelo Papa, os peregrinos pernoitam ao ar livre no local da celebração, o Parque Tejo; os participantes devem trazer consigo saco de cama, colchão ou esteira.

OC

A JMJ nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude, e desde então tem-se evidenciado como um momento de encontro e partilha para milhões de pessoas por todo o mundo.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, tendo passado pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

JMJ 2023: «Todos juntos em Lisboa!» é o convite do Papa

Partilhar:
Share