Testemunhos de jovens e pintar murais até ao encontro internacional no verão de 2023 são algumas ideias

Foto: Agência ECCLESIA/PR

Angra do Heroísmo, Açores, 04 nov 2020 (Ecclesia) – O Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra vai começar no primeiro domingo do Advento, a 29 de novembro, o seu percurso de preparação para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa, no verão de 2023.

“Como não podia deixar de ser o Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil insere-se nesta dinâmica e associa-se a toda a Igreja em Portugal”, refere uma nota do organismo divulgada através do portal diocesano ‘Igreja Açores’.

A iniciativa propõe que “um jovem faça uma alusão ao momento, evocando e discernindo sobre o que é uma Jornada Mundial da Juventude, os seus objetivos e destinatários”, no final de todas as Missas de 28 e 29 de novembro.

Os responsáveis diocesanos “desafiam” também as autoridades locais a colaborar neste caminho para a JMJ Lisboa 2023 e surgiram murais que os jovens possam pintar e desenhar elementos alusivos às jornadas e que sirvam também de ponto de encontro e animação permanente para as iniciativas das comunidades.

“A ideia é que este mural possa ir sendo pintado ao longo da caminhada até 2023”, informa o Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra, sugerindo que, na primeira pintura, no contexto do “ano da Laudato Si, possa ser colocada uma frase relacionada com esta encíclica papal”.

Em sintonia com todas a dioceses portuguesas, vai ser assinalado o dia 23 de cada mês com uma iniciativa de oração por intenção da JMJ 2023, em cada uma das 17 igrejas escolhidas para serem “a casa” da JMJ nos Açores, uma por ouvidoria (conjunto de paróquias) da Diocese de Angra.

São João Paulo II foi o fundador da JMJ, em 1985, e o único Papa a visitar os Açores em 1991.

O Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil incentiva que os locais festivos comecem por ser sítios por onde o Papa polaco passou, como o adro da Sé de Angra e o exterior do Campo de São Francisco, em Ponta Delgada, informa o ‘Igreja Açores’.

CB/OC

JMJ 2023: Logotipo da edição de Lisboa aposta na imagem de Portugal e ideia de «caminho» (c/vídeo)

Partilhar:
Share