João Paulo Rebelo destaca capacidade de mobilização da Igreja Católica

Lisboa, 27 jan 2019 (Ecclesia) – O Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, saudou hoje com “enorme entusiasmo” o anúncio feito pelo Papa Francisco de que a diocese de Lisboa irá acolher a Jornada Mundial da Juventude, em 2022.

“Foi com um enorme entusiasmo que recebi a notícia dada pelo Papa Francisco que Portugal vai receber, em 2022, as Jornadas Mundiais da Juventude”, afirmou à Agência ECCLESIA o responsável pelas pastas da Juventude e do Desporto, no atual governo.

João Paulo Rebelo assinala a “importante Jornada” que a Igreja Católica organiza e a “participação” juvenil em eventos semelhantes.

“Essa tem sido uma das minhas palavras-chave, enquanto Secretário de Estado da juventude, apelar e convocar os jovens à participação. Não podia estar mais satisfeito com esta notícia”, resume.

Em entrevista à Agência ECCLESIA, o Secretário de Estado tinha valorizado o esforço do Papa Francisco e da Igreja Católica em envolver os jovens na participação política.

“Tenho consciência de que a Igreja Católica e o Papa Francisco, particularmente, têm colocado um acento tónico nas questões da participação da juventude, e da participação política, e isso casa perfeitamente com a agenda do governo na pasta da juventude”, observou.

O Papa Francisco anunciou hoje no Panamá que a cidade de Lisboa vai acolher a próxima edição internacional da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em 2022.

A revelação foi acompanhada, no campo São João Paulo II, onde foi celebrada a Missa Conclusiva da JMJ 2019, por uma delegação do Patriarcado de Lisboa, presidida por D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa; pelo presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa; e pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.

LS/OC

Partilhar:
Share