Francisco cumpriu tradição na Praça de Espanha, em Roma, de forma privada

Roma, 08 dez 2021 (Ecclesia) – O Papa deslocou-se hoje à Praça de Espanha, em Roma, para cumprir a tradicional homenagem à Imaculada Conceição, rezando pelas vítimas das guerras, da crise climática e pelos doentes.

“O Papa depositou um cesto de rosas brancas na base da coluna, no cima da qual se encontra a imagem de Nossa Senhora, pedindo-lhe o milagre da cura para os muitos doentes, para os povos que sofrem duramente com as guerras e a crise climática”, informa o Vaticano, em comunicado enviado aos jornalistas.

A cerimónia deste ano aconteceu de forma privada, pelas 06h15 locais (menos uma em Lisboa), tal como em 2020, por causa da pandemia.

Neste ato de veneração, que aconteceu anualmente na solenidade da Imaculada Conceição, Francisco rezou ainda para que a Virgem Maria “desfaça o coração de pedra daqueles que levantam muros para afastar de si a dor dos outros”.

Após a cerimónia, o Papa deslocou-se à Basílica de Santa Maria Maior, onde “continuou a sua oração diante do ícone de Maria ‘Salus Populi Romani’”.

A deslocação à Praça de Espanha é uma tradição com décadas, levando os Papas junto à imagem de Nossa Senhora, colocada no alto de uma antiga coluna romana, na qual é colocada uma grinalda de flores.

O monumento foi criado pelo arquiteto Luigi Poletti e pelo escultor Giuseppe Obici, em homenagem ao dogma da Imaculada Conceição, proclamado pelo Papa Pio IX em 1854.

OC

 

Imaculada Conceição: Solenidade religiosa que evoca a História de Portugal

Partilhar:
Share