Francisco lembra que a doação aos outros é «um compromisso» diário, para ser «missionários de porta em porta»

Foto Festival della Missione

Cidade do Vaticano, 30 set 2022 (Ecclesia) – O Papa Francisco assinalou que os cristãos têm um papel fundamental de testemunhas da paz “na primeira pessoa”, lembrando o contexto mundial atual, numa mensagem ao Festival da Missão, que começou esta quinta-feira, na Arquidiocese italiana de Milão.

“Diante dos desafios atuais e da tragédia das guerras é necessário ressaltar um aspeto significativo da missão, o de testemunha da paz vivida, em primeira pessoa, individualmente e como povo”, explica, na mensagem assinada pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin.

Francisco acrescentou, aos participantes do Festival da Missão, que são chamados a doar-se “aos outros, entrelaçando entre eles verdade, justiça e misericórdia”.

“Um compromisso a ser vivido todos os dias, nos vários ambientes, para sermos missionários de porta em porta”, realçou.

Foto Festival della Missione

O Papa explica que esta missão pede para “fixar o olhar nos grandes horizontes existenciais”, e indica aos jovens que é onde o “ser humano se encontra cansado, desiludido e perdido”.

Esta missão precisa de “discípulos convictos na sua profissão de fé” e que sejam capazes de “transmitir a chama da esperança aos homens e mulheres” deste tempo, divulga o portal ‘Vatican News’.

O Festival da Missão, que teve início na tarde desta quinta-feira e termina no domingo, 2 de outubro, realiza-se na Arquidiocese de Milão e é promovido pelo organismo pastoral da Conferência Episcopal Italiana (CEI), Missio Itália, e pela Conferência dos Institutos Missionários na Itália (Cimi).

CB

Partilhar:
Share