Responsáveis católicos falam em «momento crítico»

Foto: Lusa/EPA

Lisboa, 11 fev 2020 (Ecclesia) – A Federação das Conferências Episcopais da Ásia (FCEA) apelou hoje à oração por todos os afetados pelo novo coronavírus, na festa litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes, Dia Mundial do Doente na Igreja Católica.

“Neste momento crítico, queremos estar próximos e rezar pelos mortos e pelos irmãos e irmãs que estão doentes por causa deste vírus, que se espalhou pela China e pelo mundo. Que o Senhor acolha os mortos na sua paz, conforte as famílias e sustente o grande esforço da comunidade chinesa que já se mobilizou para combater a epidemia”, refere o texto, divulgado pela agência Fides, do Vaticano.

O cardeal Charles Maung Bo, arcebispo de Rangum (Myanmar) e presidente da FCEA, pede “orações e bênçãos especiais pelas vítimas do letal coronavírus que aflige o mundo”, em particular o continente asiático”.

Rezemos para que nossa Mãe Santíssima intervenha e ajude a prevenir uma epidemia global. Peçamos com fervor sua proteção materna para deter a rápida disseminação desse vírus mortal, para dar esperança e coragem, impondo suas mãos milagrosas para a cura dos doentes”.

 

O texto da FCEA evoca ainda os profissionais de saúde que arriscam as suas vidas “para salvar a vida das pessoas infetadas”.

O número de mortos devido ao novo coronavírus (2019-nCoV) aumentou hoje para 1016, ultrapassando pela primeira vez nas últimas 24 horas uma centena de vítimas mortais, informou a Comissão Nacional de Saúde chinesa.

O número total de casos confirmados é de 42 638, chegando já a 25 países.

OC

Partilhar:
Share