Novos estatutos mantêm ligação à Companhia de Jesus

Cidade do Vaticano, 03 dez 2020 (Ecclesia) – O Papa publicou hoje um decreto com que torna a sua Rede Mundial de Oração, ligada à Companhia de Jesus (Jesuítas), numa Fundação com personalidade jurídica canónica e do Vaticano.

O documento foi divulgado pela sala de imprensa da Santa Sé.

O antigo Apostolado da Oração, com sede no Estado da Cidade do Vaticano, vai continuar confiado à Companhia de Jesus, tendo novos estatutos, a vigorar inicialmente num período experimental de três anos.

O objetivo da Fundação é “coordenar e animar o vasto movimento espiritual, muito querido ao Santo Padre, que acolhe e difunde as intenções de oração mensais propostas pelo Papa à Igreja”.

Francisco nomeou o padre Frederic Fornos, jesuíta, como diretor internacional da Fundação.

A Rede Mundial de Oração do Papa, antigo Apostolado da Oração, teve início na França, em 1844, com o jesuíta François-Xavier Gautrelet, chegando a cerca de 13 milhões de membros em vários países, incluindo Portugal.

O Papa recorda, no seu decreto, que já tinha instituído a Rede Mundial de Oração do Papa como uma obra pontifícia, “para sublinhar o caráter universal de tal apostolado e a necessidade que todos tempos de rezar cada vez mais e com sinceridade de coração”.

OC

 

Partilhar:
Share