Família Missionária Verbum Dei leva a reflexão à casa de cada um

Lisboa, 26 mar 2020 (Ecclesia) – “Para atravessar contigo o deserto do mundo”, poema de Sophia de Mello Breyner, é o mote do retiro de Quaresma que a Família Missionária Verbum Dei disponibiliza por estes dias.

Maria do Carmo Lucena, uma das promotoras, reconhece, em declarações à Agência ECCLESIA, que “este tempo de quarentena despertou nas pessoas uma maior sensibilidade por esta iniciativa”.

Basta uma ligação à internet para “converter” a casa num mosteiro e a vida num retiro, uma proposta que, este ano, ganhou uma relevância ainda maior.

Habitualmente a iniciativa conta com mais de cem participantes, mas desta vez o número quase duplicou.

Rita Minas, uma das participantes, faz o seu retiro em Elvas, onde reside: “É uma forma de estar presente e mais acompanhada, um retiro é sempre uma ocasião para olhar o dia a dia com mais profundidade”.

A experiência no Alentejo concentra-se na natureza: “Vejo como a natureza está cheia de vida e passa de uma forma incrível, ao lado de tudo isto, com uma beleza extraordinária”.

Já Cristina Barata vive estes dias como “ocasião de silêncio e interioridade”.

“Rezar nestes dias difíceis ajuda-nos a descobrir as motivações mais profundas que nos permitem alicerçar a nossa identidade”, salienta.

Iniciativa da Família Missionária Verbum Dei, este retiro online “é a possibilidade de levar o retiro ao domicílio, e à vida de quem não se pode retirar das suas obrigações diárias”, diz Maria do Carmo Lucena.

Este ano, o retiro partiu da mensagem quaresmal da Comissão Nacional Justiça e Paz “Caminhar no Deserto”.

HM/OC

Partilhar:
Share