«L’Osservatore di Strada» vai chegar todos os meses, com um olhar centrado nos «descartados» da sociedade

 

Cidade do Vaticano, 28 jun 2022 (Ecclesia) – O Vaticano vai lançar esta quinta-feira a primeira edição especial do seu jornal, ‘L’Osservatore di Strada’, em versão online e impressa, para dar voz a quem vive na rua.

A publicação, com periodicidade mensal, vai ser distribuído no primeiro domingo de cada mês, na Praça de São Pedro, por voluntários e por sem-abrigo alojados no Palácio Migliori, estrutura confiada pelo Dicastério para a Caridade à comunidade católica de Santo Egídio, em Roma.

O ‘Osservatore di Strada’, jornal concebido e produzido pela comunidade de trabalho do Dicastério para a Comunicação do Vaticano, “pretende dar voz àqueles que normalmente não são ouvidos, aos pobres, às pessoas feridas pela vida, aos excluídos”.

Foto: Vatican Media

“Uma publicação para reconhecer e restaurar o direito de falar àqueles que a sociedade contemporânea trata como descartados, dando ênfase ao património de experiências, de saber e de valores dos quais eles são os guardiões”, indica uma nota divulgada pelo portal ‘Vatican News’.

O comunicado destaca que este quer ser um jornal feito “com” os pobres, dando espaço “àqueles que têm talento para escrever ou desenhar, ou simplesmente uma história para contar ou uma opinião para expressar”.

Com 12 páginas, o jornal apresenta na sua primeira edição um artigo assinado por Mimmo, um sem-abrigo do centro histórico de Roma, e do escritor Daniele Mencarelli, sobre o tema da rua.

OC

Partilhar:
Share