Direção da Associação de Imprensa de Inspiração Cristã foi recebida pela Comissão Parlamentar de Cultura e Comunicação

Lisboa, 27 nov 2019 (Ecclesia) – A Associação de Imprensa de Inspiração Cristã (AIC) foi recebida esta terça-feira pela Comissão Parlamentar de Cultura e Comunicação, na Assembleia da República, onde apresentou 10 propostas em defesa da imprensa regional”, como o combate às ‘fake news’.

“O Estado deve empenhar-se, com as associações de imprensa representativas do sector, para encontrar soluções em consonância com a União Europeia para este grande objetivo em defesa da nossa sociedade e da democracia”, defende a AIC,

Na última campanha para as Legislativas, a Associação de Imprensa de Inspiração Cristã lançou uma proposta de “alargamento da publicação de propaganda eleitoral obrigatória”.

No documento é também sugerida a “valorização ambiental” com a criação de um “incentivo à substituição do invólucro em plástico” por uma medida ambiental “mais sustentável na distribuição postal dos jornais”.

Ao Estado Português é pedida intervenção na “valorização de conteúdos” para o “reconhecimento do justo valor” dos conteúdos produzidos pelos órgãos de comunicação social e “disseminados pelos agregadores de conteúdos na internet”.

A AIC dedica um artigo ao “combate à iliteracia” e assinala que o Estado “deve subscrever assinaturas de jornais regionais” para que sejam distribuídos pelos agrupamentos de escolas, a fim de “facilitar o acesso à leitura pelos professores e alunos”, “como garante da promoção cultural e educativa”.

Nas ‘10 propostas em defesa da Imprensa Regional’, a Associação de Imprensa de Inspiração Cristã pede também o “cumprimento efetivo da lei da publicidade institucional” e sugere que aumento da comparticipação do Porte Pago, dos atuais 40% para 80%, “com majoração de 10% para os territórios menos desenvolvidos, e para 90% para a diáspora”.

Ainda esta terça-feira, o presidente da República pediu hoje às associações de imprensa que apresentem antes do início do debate orçamental propostas para fortalecer a comunicação social.

“Seria imperdoável que a democracia, que tanto tempo levou a criar, pudesse sofrer na sua afirmação cívica, social, comunitária, pela incúria no domínio da comunicação social”, disse Marcelo Rebelo de Sousa, na cerimónia de entrega dos Prémios Gazeta 2018, em Lisboa.

A Associação de Imprensa de Inspiração Cristã pediu a alocação a esse setor de parte do orçamento publicitário dos jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

OC

Partilhar:
Share