Vaticano pediu aos Bispos dos EUA que coordenem a acção católica no terreno

O Conselho Pontifício Cor Unum, órgão executivo do Papa para as situações de calamidade, pediu à agência humanitária internacional dos bispos dos EUA – a Catholic Relief Services (CRS) – para coordenar a assistência da Igreja no Haiti, após o sismo que atingiu este país.

Uma semana depois do terramoto, existem já 12 centros a funcionar como pontos de distribuição da ajuda. A CRS já se reuniu com a Conferência Episcopal do Haiti, o Núncio Apostólico e organizações católicas socio-caritativas, para avaliar o impacto da catástrofe e procurar uma resposta adequada.

A primeira ajuda passa pela entrega de alimentos, água, rouba, abrigo e ajuda médica nos campos provisórios que acolhem muitos dos sobreviventes.

CRS/Cáritas EUA e a Cáritas Haiti estão a distribuir alimentos e água por vários pontos da capital haitiana. A Cáritas está a preparar kits de sobrevivência para distribuir à população compostos por sumos, enlatados, barras nutricionais, fruta enlatada, bolachas, depósitos de água, comprimidos purificadores de água, kits de higiene, fogões portáteis e plásticos.

O edifício sede da Cáritas do Haiti foi afectado mas não ruiu estando os colaboradores a dormir na rua, num acampamento improvisado, até que esteja assegurada a integridade da estrutura.

Partilhar:
Share