Município local decreta dia de luto

Ovar, 09 nov 2020 (Ecclesia) – O padre Manuel Pires Bastos, pároco de Ovar desde 1975, faleceu este domingo aos 85 anos de idade, no Hospital de S. Sebastião, em Santa Maria da Feira, onde se encontrava internado.

O Município de Ovar decretou para hoje um dia de luto, em memória do falecido sacerdote, “pela irreparável perda humana, paroquial, institucional, social e cultural”.

O padre Manuel Pires Bastos é recordado como alguém que “sempre esteve presente com a sua ação e a sua palavra, orientando e confortando, em especial, todos aqueles que mais precisavam”.

Natural de Oliveira de Azeméis, Manuel Pires Bastos foi ordenado padre em 1958.

Em 2009, em conjunto com um grupo de voluntários, criou na Paróquia de São Cristóvão o projeto “Mãos Solidárias”, de apoio alimentar às famílias mais carenciadas.

“Este projeto reveste-se hoje de grande importância social, tendo tido um papel crucial no pico da pandemia Covid-19, razão pela qual foi distinguido, pela Câmara Municipal, em 25 de julho do corrente ano, com a Medalha de Mérito Municipal Cobre”, recorda a autarquia de Ovar.

As cerimónias fúnebres, reservadas à família, decorrem em Loureiro (Oliveira de Azeméis, terra natal do falecido sacerdote.

O bispo do Porto, D. Manuel Linda, anunciou que vai presidir à Missa de Sétimo Dia, no próximo dia 15 de novembro, pelas 11h00, na igreja de Ovar.

“Rezemos por ele”, pede, numa publicação na sua conta do Twitter.

D. Manuel Linda nomeou, a 4 de novembro, o padre Victor Nelson Santos Pacheco como administrador paroquial de S. Cristóvão de Ovar.

OC

Partilhar:
Share