Jovem panamense convida a que os jovens portugueses se animem e vivam esta oportunidade de entrega e serviço

Foto: Voz da Verdade

Lisboa, 27 dez 2022 (Ecclesia) – Esmeralda Sosa, natural do Panamá, é voluntária de longa duração na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, depois da experiência “incrível” deste encontro no seu país natal (2019) e, como peregrina, no Rio de Janeiro (2013).

“As duas experiências são super boas, mas o voluntariado tem algo que é especial. É entregar para os outros, soa muito a cliché, mas quando te entregas recebes muito mais do que dá”, disse, em entrevista à Agência ECCLESIA.

Esmeralda Sosa adianta que a organização da JMJ Lisboa 2023 precisa “de mais mãos, de mais pessoas”, e a questão é ter vontade de servir.

“Escolhi esta experiência para dar o que recebi no Panamá, foi uma experiência enriquecedora”, assinala, lembrando que, em 2019, trabalhou para a JMJ num âmbito paroquial.

Existem diferentes tipos de voluntariado numa Jornada – de longa duração, de meia e de curta duração – e Esmeralda Sosa é uma das presenças internacionais no Comité Organizador Local (COL) em Lisboa.

Formada em Comunicação Social, a voluntária está no Departamento de Comunicação da JMJ, na sede do encontro na Antiga Manutenção Militar no Beato, e trabalha na área das redes sociais em língua espanhol.

A voluntária, que chegou no final de outubro, está a viver com uma família portuguesa, em Lisboa, “e tem sido ótimo”, tratam-na “como se fosse mais uma filha, da família”: “Penso que os portugueses têm muito esta questão de acolher, de servir, e, para mim, tem sido uma experiência incrível”.

Ao viajar para Portugal, Esmeralda Sosa deixou no Panamá “os sonhos, os projetos”, pessoas que quer muito, mas foi “por algo maior”, é um tempo exclusivo para trabalhar para os outros, e que “gera frutos”.

Em entrevista ao Programa ECCLESIA, transmitido hoje na RTP2, a voluntária recordou que participou em duas edições internacionais da JMJ, destacando a experiência “incrível” no Panamá.

“Por isso, convido a que os jovens portugueses se animem e possam ter esta experiência, porque não sabemos quando vai acontecer outra vez em Portugal”, acrescenta.

No início deste mês de dezembro, a Fundação JMJ Lisboa 2023 lançou a campanha ‘A Jornada Mundial da Juventude precisa de ti’ que pretende angariar entre 20 a 30 mil voluntários para o encontro com o Papa.

A organização informa que para ser voluntário “é necessário ter mais de 18 anos, à data de 23 de julho de 2023, e ter disponibilidade total para acompanhar a Jornada entre 23 de julho e 7 de agosto de 2023, em Lisboa”.

PR/CB/OC

Partilhar:
Share