Presidente da CEP apresentou agenda dos trabalhos da Assembleia Plenária, que iniciou em Fátima (c/foto e video)

Fátima, 09 abr 2018 (Ecclesia) – O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa afirmou hoje que a comunicação na Igreja tem de “corresponder à sociocultura atual”, disse que a “catequese não se fica pela transmissão de conteúdos” e apresentou os trabalhos da reunião do episcopado.

No discurso de abertura da Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa, D. Manuel Clemente indicou que os trabalhos, que iniciaram hoje e decorrem até quinta-feira, vão analisar um “Plano de Comunicação Social da Igreja” para “articular iniciativas, protagonistas e meios”.

“Teremos de corresponder à sociocultura atual, que tanto inclui a pluralidade das abordagens como requer a definição dos interlocutores, no essencial da respetiva mensagem e na precisão dos posicionamentos”, sublinhou o presidente da CEP.

Para o cardeal-patriarca de Lisboa, a “vivência interna da comunidade eclesial pode e deve ser uma escola de comunicação”, na definição de parcerias e na salvaguarda da singularidade de cada iniciativa, “projetada depois no mundo mediático em geral”.

D. Manuel Clemente referiu também que os bispos de Portugal vão analisar a proposta de um Plano de Formação de Catequistas, que sugere cinco “opções formativas”, e sublinhou que “a catequese não se fica pela transmissão de conteúdos e enunciados”.

Para o presidente da CEP, os conteúdos são “consequência de algo vivencial e convivente, resultante do encontro com Alguém realmente vivo e testemunhado por quem O encontre e comunique”.

“Hoje em dia, a variação quase constante de situações locais e culturais, mediaticamente potenciada, desafia o crente, e em especial os transmissores da mensagem cristã, para o aprofundamento das convicções e suas bases, bem como para ganhar linguagem e comunicação eficientes”, sublinhou.

“É um desafio permanente que exige formação contínua”, acrescentou D. Manuel Clemente.

O presidente da CEP disse ainda que os trabalhos da Assembleia Plenária do episcopado vão eleger dois bispos para a próxima Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, que decorrerá em Roma no próximo mês de outubro, sobre o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

A 194ª Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa decorre em Fátima, entre os dias 9 e 12 de abril.

A CEP é a entidade representativa da Igreja Católica em Portugal e uma das conferências mais antigas, atuando regularmente como tal desde os anos 30 do século XX, embora só em 1967 tivesse os primeiros estatutos.

PR

Partilhar:
Share