Lisboa, 07 set 2019 (Ecclesia) – A Associação Leigos para o Desenvolvimento (LD) vai enviar em setembro 13 novos voluntários para missões de desenvolvimento e de promoção social, em Angola, Portugal e São Tomé e Príncipe.

Para “assinalar e abençoar a partida destes novos voluntários”, os LD celebram uma Missa de Envio este domingo, às 13h00, na Igreja do Colégio São João de Brito, em Lisboa.

“Os novos voluntários, oriundos de vários pontos do país, com idades compreendidas entre os 21 e os 36 anos, passaram por uma formação dinamizada pela própria organização ao longo de um ano, nomeadamente na área do voluntariado, do desenvolvimento, da vida espiritual e em comunidade. Na fase final, tiveram uma formação específica sobre os projetos de desenvolvimento em que vão trabalhar”, refere um comunicado da associação, enviado à Agência ECCLESIA.

Sofia, natural do Porto, prepara-se para partir em missão para a Roça de Porto Alegre, em S. Tomé e Príncipe, onde quer “estar presente de corpo e alma”.

Já Emanuel irá integrar a mais recente missão dos LD, a missão da Ganda, no Alto Catumbela (Angola).

Vai ser um grande desafio para mim, para as outras voluntárias que vão comigo e para os Leigos para o Desenvolvimento. Tudo é novo, mas estou cheio de energia para conhecer a comunidade de Alto Catumbela, conhecer a sua cultura, o seu modo de vida, o dinamismo dos jovens e a sua fé, para que juntos possamos construir esta nova missão”, assinala.

Em Portugal, os LD promovem um “Projeto de Emporwerment das Mulheres, com vista a uma maior integração socioeconómica das mesmas e das suas famílias”, na Caparica-Pragal.

Os Leigos para o Desenvolvimento são uma ONGD católica, que trabalha há mais de 30 anos em prol do desenvolvimento integral e integrado em países de expressão portuguesa.

OC

Partilhar:
Share