D. Manuel Felício deseja que recomecem as «habituais sessões»

Foto Diocese da Guarda

Guarda, 03 set 2020 (Ecclesia) – O bispo da Guarda afirmou numa mensagem dirigida à diocese sobre o retomar das atividades pastorais que “nada poderá começar a ser como era antes” e espera que agora haja condições para voltar às “habituais sessões”.

“Esperamos que, a partir deste mês de setembro, haja condições para voltarmos às nossas habituais sessões de catequese em regime presencial, aos programas de trabalho com jovens nomeadamente na preparação da jornada mundial da juventude, ao funcionamento regular dos serviços diocesanos e paroquiais, incluindo as atividades dos movimentos e obras de apostolado”, afirma D. Manuel Felício num documento enviado hoje à Agência ECCLESIA..

Foto: Diocese da Guarda

O bispo da Guarda espera que “encontros de formação, de espiritualidade e dos órgãos de aconselhamento e decisão” retomem também a sua atividade, pois “são fundamentais” na vida das comunidades.

“Com certeza que nada poderá começar a ser como era antes, pois não sabemos por quanto mais tempo temos de continuar a cumprir as medidas cautelares sanitárias recomendadas para cada um se proteger a si mesmo e também aos outros”, acrescenta D. Manuel Felício.

No documento do bispo da Guarda, refere-se também a atitude dos crentes e das comunidades desde o retomar das celebrações comunitárias, no último domingo de maio, valorizando a “muita compreensão e grande capacidade de adaptação” ao “novos condicionalismos”, nomeadamente o “cumprimento rigoroso sobretudo das medidas de higiene e distanciamento”.

PR

Partilhar:
Share