Lisboa, 25 nov 2020 (Ecclesia) – Frei Armindo Carvalho, antigo provincial dos Franciscanos em Portugal, faleceu na noite desta terça-feira aos 81 anos de idade, informou a Ordem, em comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

As exéquias celebraram-se hoje no Seminário da Luz-Lisboa, sob a presidência de D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca, com a presença de D. António Montes, bispo emérito de Bragança-Miranda, e ministro provincial, frei Domingos do Casal Martins.

Frei Armindo Carvalho estava internado no Hospital da Ordem Terceira de S. Francisco do Chiado, em Lisboa; tinha 64 anos de profissão religiosa e 57 de sacerdócio.

Armindo de Jesus Ferreira Carvalho, nasceu em Marrazes, Leiria, a 3 de outubro de 1939; tomou hábito a 14 de agosto de 1955 e professou temporariamente a 15 de agosto de 1956; professou perpetuamente a 8 de dezembro de 1960 e foi ordenado sacerdote a 21 de julho de 1963.

Depois de três anos passados na paróquia de Carnide, Lisboa, como coadjutor, partiu para Moçambique e chegou à Missão de Inharrime em dezembro de 1966.

Entre 1970 e 1982 foi pároco da igreja-catedral de Inhambane, serviu nos Secretariados Diocesanos da Catequese e da Pastoral, promoveu o Escutismo, participou na criação do Centro de Guiúa, do Colégio da Maxixe e de outras instituições de assistência social e educativa.

Em janeiro de 1982 foi nomeado pároco de Santo António da Polana e superior da fraternidade. Continuou a desenvolver muitas e diversificadas atividades, com relevo para a criação de algumas comunidades cristãs locais (Caniço A, Caniço B, São Francisco e Costa do Sol).

Regressado a Portugal, a 24 de novembro de 2004 após 38 anos de vida missionária, ficou como guardião e reitor do santuário-igreja de Santo, em Lisboa, junto à Sé.

No Capítulo Provincial de 2016 foi eleito ministro provincial; por motivos de saúde, viria a renunciar ao cargo, a 5 de fevereiro de 2020.

OC

Natal: São Francisco de Assis consagrou devoção ao «Deus pequenino»- Frei Armindo Carvalho (c/vídeo)

Partilhar:
Share