Manifestações de protesto levaram católicos à rua, em várias cidades francesas

Foto: CEF

Paris, 18 nov 2020 (Ecclesia) – A Conferência Episcopal Francesa (CEF) e Governo do país preparam o regresso das celebrações comunitárias, atualmente suspensas por causa da pandemia de Covid-19, a partir de 1 de dezembro.

D. Éric de Moulins-Beaufort, presidente da CEF, reuniu-se esta segunda-feira com o primeiro-ministro Jean Castex, acompanhado por outros ministros de culto, para estudar a evolução das modalidades do exercício de culto no atual contexto pandémico.

Castex confiou ao ministro do Interior, Gérald Darmanin, a missão de conversar com os responsáveis religiosos para definir os protocolos necessários para o regresso das celebrações comunitárias.

A CEF já apresentou um protocolo sanitário para retomar as cerimónias públicas e outras atividades nas comunidades católicas.

O primeiro-ministro disse aos responsáveis religiosos que o Executivo quer assegurar as melhores condições sanitárias para o tempo do Natal.

Em comunicado, a CEF fala da “deceção e a impaciência de muitos fiéis”, sublinhando que “os católicos saberão lidar com essa expectativa e essa privação”.

“O Governo está a assumir a sua responsabilidade pela situação da saúde no país e todos devemos aceitar ser atores na mesma. Ao respeitar essas medidas de saúde, a Igreja participa no esforço nacional de combate à epidemia”, acrescenta a nota divulgada online.

A posição surge depois de milhares de católicos se terem manifestado em França pelo regresso das Missas comunitárias em várias cidades, no último domingo.

OC

Partilhar:
Share