Bispos pedem que Macron reconsidere decisão

Foto: Lusa/EPA

Lisboa, 25 nov 2020 (Ecclesia) – A Conferência Episcopal Francesa (CEF) manifestou ao governo do país a sua oposição a um limite de participação de 30 pessoas nas cerimónias religiosas, a partir de 29 de novembro.

Os bispos católicos pediram ao presidente do país, Emmanuel Macron, que essa referência seja reavaliada, de forma “realista, ainda que rigorosa”.

A CEF “prossegue o seu diálogo com os serviços do primeiro-ministro e do ministro do Interior”.

Em comunicado, o organismo manifestou “desilusão e surpresa” perante a decisão do governo sobre as regras aplicáveis ao exercício público do culto, no atual contexto de pandemia.

“Esta medida irrealista e inaplicável é totalmente desrespeitosa da realidade da prática religiosa dos católicas”, referiu a CEF.

Os bispos propõem uma ocupação parcial das igrejas, com um terço da sua lotação.

OC

Partilhar:
Share