Fátima, 12 mai 2017 (Ecclesia) – O Santuário de Fátima iluminou hoje o terço gigante da artista plástica Joana Vasconcelos, que se vai iluminar à noite, assinalando o Centenário das Aparições.

A peça ganhou cor à passagem do Papa Francisco pelo recinto de oração do Santuário de Fátima antes da bênção das velas e da recitação do terço

Na apresentação da obra, a artista plástica disse aos jornalistas que a sua relação com o Santuário de Fátima se transformou com uma “peregrinação”, a partir de 2002, mostrando-se grata por poder fazer parte das celebrações do Centenário das Aparições, “um momento tão importante para Portugal e os portugueses” e poder “colaborar nesta mensagem de paz”.

“Esta mensagem de paz é muito importante neste momento e é muito importante que haja símbolos que ajudem a passar esta mensagem de paz”, acrescentou.

Joana Vasconcelos realçou que a peça ‘Suspensão’ procura refletir “a relação entre o céu, a terra e a luz” e fazer passar “uma mensagem de paz, de tolerância e de amor para o mundo.

O reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, assinalou que a obra tinha a "dificuldade extrema" de se projetar "à escala deste enorme recinto de oração".

"Lançamos o desafio à Joana Vasconcelos para uma obra que marcasse o Centenário das Aparições", relatou, falando "num desafio fora do comum".

‘Suspensão’ foi realizada em resina de polietileno, com iluminação LED, tendo 26 metros de altura.

PR/OC

Partilhar:
Share